Cálculos na bexiga: sintomas, tratamentos e causas

Visão Geral

O que é Cálculos na bexiga?

Sinônimos: cálculos do trato urinário, pedras na bexiga

Cálculos na bexiga são massas duras de minerais que se concentram na bexiga. Também chamadas de pedras na bexiga, os cálculos se desenvolvem quando a urina na bexiga torna-se concentrada, fazendo com que os minerais presentem naturalmente na urina se cristalizem.

PUBLICIDADE

Cerca de 85% das pedras na bexiga são compostas de cálcio e o restante é composto de várias substâncias, incluindo ácido úrico, cistina ou estruvita (mistura de magnésio, de amónio e fosfato).

Causas

A formação de pedras na bexiga pode ser um sintoma secundário de um problema subjacente do trato urinário. Condições que podem contribuir para pedras na bexiga são:

  • Aumento da próstata
  • Bexiga neurogênica, uma condição que afeta os nervos que mandam mensagens de transporte do cérebro para os músculos de sua bexiga
  • Músculos da bexiga enfraquecidos
  • Inflamações no trato urinário
  • Cateter urinário ou a inserção de outros objetos no canal da urina
  • Cálculo renal.

Fatores de risco

Mais de 95% dos casos de cálculo na bexiga são pessoas do sexo masculino, na faixa dos 80 anos e que têm problemas com a próstata. No entanto, até mesmo homens na meia idade podem desenvolver pedras se fazem uma dieta rica em gordura e açúcar.

Outros fatores de risco são infecções na bexiga ou trato urinário – especialmente comum em mulheres – e danos na uretra causados por doença ou trauma.

Sintomas

Sintomas de Cálculos na bexiga

Os cálculos na bexiga podem não causar qualquer sintoma, principalmente se são muito pequenos. Mas se uma pedra irritar a parede da bexiga ou bloquear o fluxo de urina, os seguintes sintomas podem se desenvolver:

  • Dor abdominal (baixo abdômen)
  • Dor ou desconforto no pênis
  • Dor ao urinar
  • Micção frequente
  • Dificuldade em urinar ou interrupção do fluxo de urina
  • Sangue na urina
  • Urina turva ou de cor anormalmente escura.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Marque uma consulta se você sentir dor abdominal persistente acompanhada de outros sintomas, como urina turva ou escura.

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar cálculos na bexiga são:

  • Clínico geral
  • Urologista.

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quando os sintomas começaram?
  • Os sintomas são contínuos ou ocasionais?
  • Quão graves são os sintomas?
  • Há sinais de febre ou calafrios?
  • Alguma coisa parece melhorar os sintomas?
  • O que, se alguma coisa, parece piorar os sintomas?

Também é importante levar suas dúvidas para a consulta por escrito, começando pela mais importante. Isso garante que você conseguirá respostas para todas as perguntas relevantes antes da consulta acabar. Para cálculo na bexiga, algumas perguntas básicas incluem:

  • Pedras na bexiga podem se curar por conta própria?
  • Se não, qual o melhor método para retirá-las?
  • Quais outros tratamentos existem além desse que você está sugerindo?
  • O que pode acontecer se as pedras não forem removidas?
  • Existe algum remédio que eu possa tomar para eliminar as pedras na bexiga mais rapidamente?
  • É necessário seguir alguma restrição alimentar?
  • As pedras podem voltar?

Não hesite em fazer outras perguntas, caso elas ocorram no momento da consulta.

Diagnóstico de Cálculos na bexiga

O cálculo na bexiga raramente causam sintomas e podem ser diagnóstico durante um exame de urina rotineiro. Quando causam sintomas, o médico ou médica fará uma análise física do paciente e pedirá exames de urina, a fim de revelar a presença de sangue ou pus, assim como pequenos cristais que formam o cálculo. Geralmente não são necessárias provas adicionais, a menos que o diagnóstico não seja claro.

As provas adicionais que ajudam a estabelecer o diagnóstico implicam a coleta de amostras de urina durante 24 horas e amostras de sangue. Estas são analisadas para determinar as concentrações de cálcio, cistina, ácido úrico e outras substâncias que sabidamente favorecerem a produção de cálculos.

Radiografias de abdômen podem mostrar se os cálculos são de cálcio ou estruvite. Se for necessário, podem ser realizados outros procedimentos, como urografia endovenosa ou urografia retrógrada.

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Cálculos na bexiga

Beber uma grande quantidade de líquidos aumenta a produção de urina e ajuda na eliminação de cálculos na bexiga menores. Uma vez que o cálculo saiu juntamente com a urina, não é preciso nenhum outro tratamento. A dor pode ser aliviada com analgésicos.

Pedras maiores podem ser removidas em um procedimento chamado cistolitolapaxia, que consiste na inserção de um pequeno tubo com uma câmera na final (cistoscópio) através da uretra até a bexiga. Então o médico ou médica quebra a pedra usando laser ultrassom ou um dispositivo mecânico. Os pedaços da pedra são, então, eliminados posteriormente na urina.

Ocasionalmente, pedras na bexiga grandes ou muito difíceis de quebrar são removidas por cirurgia aberta. Nestes casos, o médico faz uma incisão na bexiga e remove diretamente as pedras.

Convivendo (prognóstico)

Expectativas

Após os cálculos na bexiga serem eliminados, não há qualquer outro sintoma e demais tratamentos não são necessários.

Prevenção

Prevenção

As medidas necessárias para prevenir novos cálculos na bexiga variam de acordo com a composição das pedras. Geralmente as pedras são resultado de uma condição que dificilmente é evitável. No entanto, é possível diminuir as chances de desenvolver cálculos na bexiga seguindo essas dicas:

  • Beba muitos líquidos, especialmente água. Isso porque os fluidos irão diluir a concentração de minerais em sua urina. Quanta água você deve beber depende de sua idade, altura, saúde no geral e nível de atividade física
  • Busque ajuda médica ao menor sinal de sintomas urinários, a fim de fazer o diagnóstico e tratamento precoces.

Fontes e referências

  • American Urological Association
  • Manual Merck
  • Mayo Clinic