Comportamento estranho: tratamentos e causas

Visão Geral

O que é Comportamento estranho?

Sinônimos: agir de forma estranha

Comportamento estranho se refere a todo comportamento diferente do usual da pessoa ou que não se encaixa à determinada situação ou circunstância social. Como exemplo, temos comportamentos como rir ao receber uma notícia trágica.

PUBLICIDADE

Causas

Em geral, o comportamento estranho está relacionado a problemas de ordem psicológica, como:

Em pessoas mais velhas, o problema pode estar relacionado à demência, ou seja, perda de função cerebral, levando a problemas cognitivos, de memória, raciocínio e afetando, também, a linguagem, o comportamento e alterando a própria personalidade. Em geral, a demência pode ser causada por fatores como:

  • Doença de Alzheimer
  • Demência com corpos de Lewy, cujos sintomas são similares aos do Alzheimer e cuja incidência é a segunda maior entre as demências (perdendo apenas para o próprio Alzheimer)
  • Demência vascular, resultante de uma série de pequenos acidentes vasculares cerebrais (AVC)
  • Tumores cerebrais
  • Demências de causa metabólica, em que há alterações nos níveis de açúcar, sódio e cálcio no sangue
  • Baixos níveis de vitamina B12
  • Hidrocefalia normotensiva
  • Abuso crônico do álcool

Condições físicas também podem causar comportamento estranho na pessoa, como:

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

É importante buscar ajuda médica quando a pessoa está apresentando um comportamento estranho há muito tempo e não há causa aparente para tanto.

A busca por ajuda médica em casos de comportamento estranho é ainda mais importante quando a pessoa apresenta outros sintomas neurológicos, como perda de memória, dificuldade para executar tarefas complexas, desorientação e dificuldade com funções motoras.

PUBLICIDADE

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar a causa de um comportamento estranho são:

  • Clínico geral
  • Psiquiatra
  • Neurologista
  • Geriatra

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • O que mudou em seu comportamento, para você considerálo estranho?
  • Há quanto tempo você apresenta essas mudanças de comportamento?
  • Você apresenta essas mudanças em momentos específicos do dia? Se sim, quais?
  • Existe algo que pareça desencadear esse comportamento estranho?
  • Você passou por algum trauma recentemente?
  • Que outros sintomas você tem observado?
  • Você tem se sentido mais ansioso ou depressivo do que o normal?
  • Como anda sua memória?
  • Você tem tido dificuldade para executar tarefas antes simples?
  • Você tem se perdido ou tido problemas para se orientar?
  • Você usa drogas, medicamentos ou álcool?
  • Há histórico na sua família de transtornos mentais?

Também é importante levar suas dúvidas para a consulta por escrito, começando pela mais importante. Isso garante que você conseguirá respostas para todas as perguntas relevantes antes da consulta acabar.

Diagnóstico de Comportamento estranho

O diagnóstico da causa de comportamento estranho leva em conta principalmente a anamnese, ou seja, a conversa que o médico terá com seu paciente. Depois disso, o especialista poderá pedir alguns exames, principalmente para descartar qualquer causa física que possa estar provocando esse comportamento estranho. Entre eles, podemos enumerar:

  • Hemograma completo
  • Níveis de glicose
  • Teste dos hormônios da tireoide
  • Perfil hormonal

Fontes e referências

  • Clínica Mayo