Conjuntivite alérgica: sintomas, tratamentos e causas

Visão Geral

O que é Conjuntivite alérgica?

Sinônimos: conjuntivite - alérgica sazonal / perene, ceratoconjuntivite atópica

A conjuntivite alérgica é causada por reação de hipersensibilidade tipo I e relaciona-se intimamente com exposição direta ao alérgeno. É a forma mais comum de alergia ocular.

PUBLICIDADE

Tipos

Há quatro formas de conjuntivite alérgica:

  • Sazonal, geralmente associada à rinite ou asma, que é a mais comum
  • Ceratoconjuntivite atópica, que é associada à dermatite atópica
  • Conjuntivite primaveril
  • Conjuntivite papilar gigante, associada comumente ao uso de lentes de contato.

Sintomas

Sintomas de Conjuntivite alérgica

Os sintomas mais comuns da conjuntivite alérgica são:

  • Prurido
  • Hiperemia
  • Edema
  • Formação de papilas na conjuntiva tarsal superior, que são menores que 1 mm
  • Habitualmente não há envolvimento corneano.

Diagnóstico e Exames

Diagnóstico de Conjuntivite alérgica

A conjuntivite alérgica pode ser diagnosticada através de uma observação completa dos olhos, através de exames auxiliares com especial atenção na avaliação da conjuntiva e dos tecidos que a rodeiam.

É igualmente importante:

  • A história médica para determinar os sintomas do paciente, quando e como começaram os sintomas, a presença de problemas de saúde geral e ambiental que podem contribuir para o problema
  • A medição da acuidade visual, para determinar até que ponto pode estar afetada a visão
  • Avaliação da conjuntiva e do tecido externo do olho
  • Avaliação das estruturas internas do olho para se assegurar de que não existem outros tecidos afetados
  • Provas complementares como a biopsia e culturas de tecidos ou esfregaços da conjuntiva, podem ser necessárias em conjuntivite crónica ou quando não responde ao tratamento.

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Conjuntivite alérgica

Em qualquer quadro alérgico, ocular ou não, o primeiro passo é orientar o paciente que a doença é crônica, recorrente, e deve-se tomar algumas medidas para diminuir a intensidade e a frequência das crises, como:

  • Evitar o acúmulo de pó, em cortinas, carpetes, bichos de pelúcia
  • Varrer a casa com auxílio de pano úmido, para não levantar a poeira, entre outras medidas preventivas
  • Não coçar o olho é mandatório
  • Fazer compressas geladas que aliviam muito os sintomas alérgicos.

As drogas utilizadas no tratamento das conjuntivites alérgicas são: anti-histamínicos, antiinflamatórios não hormonais, costicosteróides, e imunomoduladores.

Medicamentos para Conjuntivite alérgica

Os medicamentos mais usados para o tratamento de conjuntivite alérgica são:

Somente um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

Convivendo (prognóstico)

Complicações possíveis

Se a conjuntivite alérgica se tornar crônica e não for tratada, poderá ocorrer opacificação da córnea com perda da acuidade visual, podendo levar ate a cegueira.

Convivendo/ Prognóstico

O paciente com conjuntivite alérgica deve tomar uma serie e providências:

  • Evitar ambientes com tapetes ou carpetes
  • Forrar travesseiros e cobertores para não ter contato com lã
  • Evitar contato com plantas e animais
  • Evitar focos de mofos ou locais úmidos.

Fontes e referências

  • Alfredo Tranjan Neto, diretor do Tranjan Hospital de Olhos e especialista Minha Vida (CRM-SP 32972).