Cor da pele irregular: tratamentos e causas

Visão Geral

O que é Cor da pele irregular?

Sinônimos: discromia

Cor da pele irregular ocorre quando há mudanças da coloração natural da pele.

PUBLICIDADE

A cor da pele, dos olhos e do cabelo é determinada pela melanina, sua função confere a pigmentação e proteção contra os raios ultravioleta (UV). Esse pigmento é produzido pelo melanócito e depositado no queratincito, nas camadas da epiderme (superfície do corpo).

A melanina é dividida em duas classes principais:

  • Eumelanina: que vai de uma variação da cor castanha até a preta
  • Feomelanina: que dá a cor vermelha e a amarelada

Por isso, há variação de cores, que se deve também à deposição do pigmento no queratinócito, que são várias camadas de células dispostas na epiderme. Por isso a pele não tem uma cor única.

No entanto, mudanças muito buscar na coloração da pele merecem atenção. Em geral, os sinais da cor da pele irregular começam quando uma mancha existente cresceu, mudou de cor, tamanho ou aparência ou há alterações de cor da pele duradouras, que não tenham uma causa conhecida. A descoloração da pele durante o processo de cicatrização também é bem comum.

Causas

A cor irregular da pele pode aparecer devido às diversas causas, mas principalmente por alterações vasculares e da melanina.

As alterações da melanina normalmente ocorrem devido a:

  • Alterações genéticas
  • Calor
  • Exposição solar
  • Escoriações ou ferimentos
  • Alterações hormonais.

Um pouco mais raro é ocorrer cor irregular da pele devido à fotosensibilidade por reação a medicamentos ou certas drogas.

Geralmente, as alterações pigmentares são de natureza estética e não afetam a saúde física, como queimaduras de sol ou bronzeamento. Os cortes, arranhões, feridas, picadas de insetos e infecções cutâneas menores também são fatores de risco. Já entre as doenças de pele, o melanoma maligno e o vitiligo são mais conhecidos para a cor irregular da pele.

Em geral o tipo de cor irregular da pele representa problemas diferentes. Por exemplo:

  • Cores amarronzadas podem incluir diagnósticos como melasma, radioterapia, bronzeamento irregular, nevos melanocíticos, melanoma, hipercromia residual por traumas e ou processos inflamatórios ou infecciosos
  • Cores avermelhadas se ligam a processos inflamatórios, erupções, queimadura solar, fotossensibilidade (sensibilidade ao sol e/ou a certas drogas), carcinomas
  • Cores brancas normalmente são vitiligo, albinismo, acromias localizadas.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Procure ajuda médica caso perceba alterações na coloração da sua pele. Além disso, como a pele diz muito sobre a saúde é importante que qualquer pessoa faça uma avaliação com o dermatologista, pelo menos, uma vez por ano.

PUBLICIDADE

Diagnóstico de Cor da pele irregular

No diagnóstico o médico examinará a pele. A irregularidade da pele pode nos dizer muita coisa. Além da história de tempo de aparecimento, se houve ou não extensão da mancha, se há outros sintomas associados, se os cuidados do dia-a-dia estão corretos, se há ou não hidratação e proteção da pele.

Os exames vão desde pesquisa clínica (visualização da mancha e correlação com a história relatada) até métodos como:

  • Raspagem da pele
  • Biopsia, ou seja, retirada com procedimento de pequena incisão da pele para uma análise anatomo-patológica
  • Dermatoscopia, ou seja, visualização da junção dermo-epidérmica com aumento até 40x, com análise de formato, elementos, cor e padrões da lesão
  • Luz de wood.

Tratamento e Cuidados

Cuidados

Em casos de cor da pele irregular é importante evitar a exposição solar excessiva e usar bloqueador solar. Uso de medicamentos somente com indicação médica.

PUBLICIDADE

Fontes e referências

  • Daniela Landim, dermatologista especializada em medicina estética (CRM: 106025)