Corcunda nas costas: tratamentos e causas

Visão Geral

O que é Corcunda nas costas?

Sinônimos: corcunda de búfalo, coxim de gordura dorsocervical

A corcunda na região posterior entre a coluna cervical e torácica, está relacionada ao depósito anormal de gorduras localizada, também chamada de lipodistrofia (doença onde parte do corpo fica com muita gordura localizada e outras extremamente magras), criando uma gibosidade localizada nesta região e dando assim um aspecto de corcova.

PUBLICIDADE

Causas

A corcunda no pescoço pode ser causada por uma condição médica ou por um medicamento. As causas mais comuns são:

Acabe com a dor nas costas - SAIBA MAIS
3 de 8
  • Efeito secundário de uma medicação por prescrição, como algumas utilizadas para o tratamento do HIV
  • Osteoporose (uma condição que conduz a ossos finos)
  • Uso de esteróides a longo prazo
  • Certas doenças genéticas que causam o acúmulo de gordura incomum.

Obesidade mórbida

A chamada giba fica muito evidente, especialmente com a obesidade, tendo uma prevalência maior nas mulheres onde o tronco tem maior volume, os membros se apresentam desproporcionalmente menores, com aspecto atrófico, ou seja, com pouca musculatura e pele flácida.

É uma compensação da cifose cervical e da lordose torácica, quando estas curvas são muito pronunciadas, o que causa a supra citada saliência aumentada na região posterior do pescoço, ficando mais evidente nos gordinhos.

Síndrome de Cushing

Doença com produção exagerada de cortisol, por tumores na hipófise, alteração da supra renal ou induzidas pelo uso continuo de cortisona em tratamento de doenças crônicas e tomada de esteroides a longo prazo, com face de lua cheia e bochechas ruborizadas, pele fina e aparecimento de vasos superficiais na mesma, em quantidade exagerada.

Os sintomas da síndrome são: fraqueza, cansaço, catarata, distúrbios renais, hipertensão arterial, osteoporose, depressão, irritabilidade, disfunção erétil, ou impotência sexual, no homem sendo que na mulher pode cursar com alteração e irregularidade na menstruação e dislipidemia, alteração dos níveis de colesterol e triglicerídeos.

Hipotireoidismo

Efeito colateral de alguns medicamentos usados para tratamento do HIV, aumentando a lipodistrofia que pode estar relacionada à características genéticas pois, segundo a literatura, algumas pessoas podem ter ou não as gibosidades de tamanho diferentes, pelo uso prolongado dos mesmos retrovirais, relacionados a dose diária e tempo do tratamento.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Entre em contato com o seu médico caso note uma corcunda inexplicável nas suas costas.

PUBLICIDADE

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar uma corcunda nas costas são:

  • Clínico geral
  • Ortopedista
  • Endocrinologistas
  • Neurocirurgiões
  • Cirurgiões plásticos
  • Médicos envolvido no tratamento do HIV, tais como os infectologistas.

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quantos anos você tem?
  • Quais os remédios que você consome?
  • Você já fez algum teste para osteoporose?
  • Além da corcunda, você tem outros sintomas?

Também é importante levar suas dúvidas para a consulta por escrito, começando pela mais importante. Isso garante que você conseguirá respostas para todas as perguntas relevantes antes da consulta acabar.

Seu médico irá fazer exames físicos e pode pedir alguns exames para diagnosticar qual é a causa da corcunda nas costas.

Diagnóstico de Corcunda nas costas

Seu médico pode diagnosticar a corcunda com um simples exame físico. Contudo, este profissional pode pedir outros testes para diagnosticar a causa da corcunda.

Alguns dos exames mais comuns são:

  • Teste de densidade óssea
  • Exame de sangue (para verificar os seus níveis hormonais e de cortisol)
  • Tomografia computadorizada
  • Ressonância magnética
  • Raio- X

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Corcunda nas costas

A melhor maneira de tratar a corcunda nas costas é abordando a condição que a causou. Em alguns casos, a cirurgia estética pode remover o depósito de gordura. No entanto, a menos que a causa também seja tratada, a corcunda pode retornar.

Caso a corcunda nas costas seja um efeito colateral de um medicamento, converse com seu médico sobre como alterar a sua dose ou mudanças nos tratamentos. Nunca pare de tomar a medicação prescrita sem a permissão do seu médico. Se a sua corcunda é o resultado de obesidade, dieta e exercício ajudam.

Os endocrinologistas manipulam bem as alterações endócrinas das disfunções das glândulas supra renal, hipófise e tireoide entre outras, a nosso ver deverá ser a primeira opção médica para ajudar a solucionar o problema.

Em casos mais complicados em que o tratamento medicamentoso está pouco operante, ele poderá indicar um neurocirurgião para intervir na hipófise.

Alguns tipos de tumores podem ser acessados por via minimamente invasiva com instrumentos sofisticados em serviços de excelência, com alta hospitalar precoce, menos dor e menor morbidade com alta eficácia e eficiência na resolução desta doença.

Já o cirurgião plástico faz com maestria o tratamento cosmético desta tumoração que em muitas ocasiões são estigmas na vida do paciente, podendo gerar depressão e ansiedade, e até privá-los de sair de casa por vergonha da deformidade.

Em casos mais severos os pacientes precisam de acompanhamento multidisciplinar com psicólogos, terapeutas, psiquiatras.

O ortopedista atua nos casos em que os pacientes referem dores na região cervical, estudando as particularidades individuais e os diferentes tratamentos para minimizar o quadro álgico (de dor) administrando medicamentos, orientando fisioterapia, mudança de postura e melhora na ergonomia no seu trabalho.

Os médicos que tratam e prescrevem os retrovirais em caso de gibosidade podem e devem reorientar o tratamento diminuindo ou alterando a prescrição dos medicamentos para minimizar o aumento das deformidades em pacientes que tem esta predisposição.

É muito importante que os pacientes que usam os retrovirais não descontinuem ou parem o tratamento por sua conta, pois o resgate do combate a viremia (proliferação de vírus no corpo) poderá complicar e alterar o resultado da cura da doença.

O tratamento com atividades físicas de baixo impacto, ajuda a diminuir a corcova e os níveis elevados de colesterol, triglicerídeos e glicemia entre outros. Não são os responsáveis pela cura, podem ser coadjuvantes importantes no tratamento e promover melhor qualidade de vida e consequentemente o aumento da longevidade do paciente, diminuindo as chances de piora da doença sistêmica.

PUBLICIDADE

Convivendo (prognóstico)

Complicações possíveis

A maioria das complicações virá da doença ou condição que causou a corcunda. No entanto, a corcunda pode tornar-se grande, o que faz com que seja difícil inclinar o pescoço para trás. A corcunda nas costas também pode causar problemas quando você tenta virar a cabeça de lado a lado. Este tipo de corcunda raramente é dolorosa, por isso, notifique o seu médico imediatamente se você sentir dor.

Algumas pessoas podem ficar estressadas ou ansiosas devido à aparência do corcunda. Se você desenvolver um maior estresse ou sintomas de depressão, visite o seu médico para discutir opções de tratamento.

Prevenção

Prevenção

Não há nenhuma maneira garantida de evitar a formação de corcunda nas costas. Por isso, devem ser monitoradas pelo paciente e seu médico para melhor sabermos quando e como poderemos mudar o curso da doença a fim de que esses indivíduos tenham uma melhor qualidade de vida, tanto física, quanto afetiva e social.

Existem atitudes que você pode tomar para reduzir o risco de desenvolver uma condição ou doença que pode ter a corcunda como sintoma. Proteja-se contra a osteoporose consumindo a dose diária recomendada de cálcio e vitamina D. Se você tiver uma condição médica que impede a absorção de cálcio dos alimentos, o médico pode prescrever suplementos de cálcio.

Você deve exercitar regularmente para diminuir o risco de quebra de ossos e obesidade, e comer uma dieta saudável, que consiste de todos os grupos alimentares.

Se você está na menopausa ou com idade superior a 51 anos, você deve aumentar sua ingestão de cálcio de 1000 mg por dia para 1.800 miligramas por dia. Sempre pergunte ao seu médico antes de aumentar a ingestão de cálcio, especialmente se você estiver tomando medicamentos ou se você tem um histórico familiar de osteoporose.

Fontes e referências

  • Texto revisado pelo Dr. Paulino Salin Vaconcelos, médico ortopedista gestor do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Santa Cruz de São Paulo e membro efetivo da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Pé. CRM: 39211-SP.