Dificuldade para respirar deitado: tratamentos e causas

Visão Geral

O que é Dificuldade para respirar deitado?

Sinônimos: dispneia noturna paroxística, dnp, dificuldade respiratória ao deitar

Dificuldade para respirar deitado é um problema preocupante, pois pode ser sintoma de alguma doença grave. Em geral, ele se manifesta quando a pessoa só consegue respirar direito quando está com a cabeça erguida, ou seja, de pé ou sentado. Por isso, se você sente dificuldade para respirar deitado, deve notificar imediatamente seu médico.

PUBLICIDADE

Existe uma condição específica que causa dificuldade para respirar deitado chamada dispneia noturna paroxística. Ela é definida pela sensação de respiração encurtada que acorda o paciente após um ou duas horas de sono e é aliviada quando a pessoa senta ou levanta.

Causas

A dificuldade para respirar deitado pode ser causada por diversos problemas de saúde, como:

A obesidade também pode estar relacionada ao problema, até porque ela é um fator de risco para a apneia do sono. Além disso, o excesso de peso comprime os pulmões e o abdômen, o que aumenta essa dificuldade.

Deitar logo depois de comer também pode causar esse sintoma, pois o estômago pode pressionar o diafragma ou mesmo pode ser efeito da comida sendo transportada pelo esôfago.

Em geral, se a causa da dificuldade para respirar deitado é a apneia do sono, você também apresentará sintomas como:

No entanto, caso a causa da dificuldade para respirar deitado seja DPOC, os sintomas que devem acompanhar o problema são:

  • Tosse crônica
  • Dificuldade de respirar quando se está em atividade
  • Sibilos, ou chiado no peito
  • Infecções frequentes no peito, como bronquite.

Por fim, alguns medicamentos podem causar dificuldades respiratórias, como alguns analgésicos, relaxantes musculares ou medicamentos para ansiedade.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Procure por ajuda médica imediata se você sentir os seguintes sintomas associados à dificuldade em respirar deitado:

  • Dor no peito
  • Dor nos braços e pescoço ou ombros
  • Febre
  • Respiração acelerada
  • Batimento cardíaco acelerado
  • Pulsação fraca
  • Tonturas quando se está de pé ou sentado.

O sintoma dificuldade para respirar deitado sozinho nem sempre pode representar uma emergência médica. Mesmo assim, é importante relatá-lo ao seu médico o mais cedo possível, pois certamente ele indica algum problema que deve ser corrigido.

PUBLICIDADE

Na consulta médica

Especialista que pode diagnosticar os problemas relacionados à dificuldade de respirar deitado é:

  • Clínico geral
  • Pneumologista

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quando o problema começou?
  • A dificuldade em respirar deitado aumentou progressivamente?
  • Quantos travesseiros você usa para respirar confortavelmente?
  • Você já dormiu sentado para melhorar o problema?
  • Que outros sintomas você sente, além da dificuldade em respirar deitado?
  • O problema começou após você começar a tomar algum medicamento específico? Qual?

Também é importante levar suas dúvidas para a consulta por escrito, começando pela mais importante. Isso garante que você conseguirá respostas para todas as perguntas relevantes antes da consulta acabar.

Diagnóstico de Dificuldade para respirar deitado

Para diagnosticar a causa de sua dificuldade em respirar deitado o médico fará um exame físico direcionado à saúde do coração e dos pulmões principalmente, perguntar mais sobre seus outros sintomas e também sobre sua história médica.

Alguns exames podem ser necessários, como:

  • RaioX do tórax para avaliação do coração e pulmões
  • Testes de função pulmonar
  • Ecocardiograma
  • Eletrocardiograma.

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Dificuldade para respirar deitado

O tratamento da dificuldade em respirar deitado vai variar de acordo com a causa do problema.

Quando a causa da dificuldade em respirar deitado é uma infecção respiratória, o médico provavelmente indicará o uso de antibióticos ou antivirais. Mas alguns tipos dessas infecções muitas vezes passam sozinhos.

Dificuldade para respirar deitado causada pela obesidade pode ser aliviada ao dormir de lado, em vez de deitar de barriga para cima. No entanto, o médico certamente indicará a perda de peso.

Já se a causa da dificuldade em respirar deitado é DPOC podem ser remediadas com o uso de inaladores e medicamentos para problemas como bronquite.

Para quem tem apneia do sono, o problema pode ser resolvido com o uso de dispositivos como o CPAP, que ao ser usado durante o sono, impulsiona ar pelas vias aéreas e melhora a respiração.

Quando é um transtorno de ansiedade que causa a dificuldade em respirar deitado, o tratamento direto do problema melhorará o sintoma. É importante seguir o tratamento indicado pelo médico psiquiatra, que poderá indicar medicamentos ou psicoterapia.

PUBLICIDADE

Prevenção

Prevenção

A prevenção varia conforme as causas. Em geral, a perda de peso é um fator importante para evitar a dificuldade para respirar deitado causada pela apneia do sono ou mesmo pela compressão dos pulmões ao deitar. Já no caso da DPOC, a melhor forma de evitar o problema é não fumar.

Fontes e referências

  • Walker HK, Hall WD, Hurst JW. Clinical Methods: The History, Physical, and Laboratory Examinations. Boston: Butterworths; 1990.