Minha Vida - Saúde, Alimentação e Bem-Estar
publicidade

O que é Disfunção erétil?

Disfunção erétil ou impotência sexual é a incapacidade de iniciar e de manter uma ereção em, pelo menos, 50% das tentativas durante a relação sexual. Essa disfunção incapacita o homem a obter ou manter ereções suficientemente rígidas para a penetração vaginal, impedindo a satisfação sexual.

Disfunção erétil: entenda o problema

Causas

A impotência sexual está relacionada a diversas doenças e tratar a disfunção envolve obrigatoriamente a descoberta de sua causa.

São causas da disfunção erétil:

  • Distúrbios psicológicos
  • Doenças hormonais (diabetes, queda de testosterona, problemas endócrinos)
  • Doenças neurológicas (lesões na medula, mal de Alzheimer e Parkinson)
  • Doenças vasculares, que causam entupimento das artérias e veias, prejudicando a chegada do sangue ao pênis (hipertensão arterial, aterosclerose)
  • Consumo excessivo de medicamentos
  • Alcoolismo e tabagismo.

Sintomas de Disfunção erétil

Dentre os sinais e sintomas da disfunção erétil, destacam-se:

  • Redução do tamanho e da rigidez peniana
  • Incapacidade de obter e manter a ereção
  • Redução dos pelos corporais
  • Atrofia ou ausência testicular
  • Pênis deformado
  • Doença vascular periférica
  • Neuropatia (distúrbio das funções do sistema nervoso).

É importante ressaltar que apenas o envelhecimento não constitui uma causa de disfunção erétil.

PUBLICIDADE

Diagnóstico de Disfunção erétil

A impotência sexual tem cura e o primeiro passo é o diagnóstico correto.

Um dos exames realizados para detectar a disfunção erétil é a avaliação física global - teste de intumescência peniana noturna - realizada com auxílio de equipamentos específicos. Como todo homem tende a ter ereção dormindo, o aparelho mede a sua qualidade e a quantidade durante determinada fase do sono. O equipamento possui dois anéis conectados a eletrodos, colocados em volta do pênis, que analisam a qualidade das ereções noturnas e traçam um gráfico completo. Se as ereções espontâneas forem satisfatórias, significa que o sangue chega ao pênis e é corretamente represado. O distúrbio, portanto, tem fundo psicológico.

Outro recurso usado para o diagnóstico da disfunção erétil é o ecodoppler peniano, utilizado para medir o fluxo arterial e identificar eventuais obstruções arteriais penianas.

Um método menos popular são as injeções intracavernosas (dentro do corpo cavernoso do pênis) que aumentam o fluxo sanguíneo das artérias, diminuem o calibre das veias e relaxam a musculatura local, produzindo a ereção. O exame é feito no consultório médico e o remédio faz efeito em 10 a 20 minutos. Quem tem problemas psicológicos responde positivamente a este exame.

Tratamento de Disfunção erétil

O tipo de tratamento para a disfunção erétil depende da sua causa e do estilo de vida do indivíduo.

Após ser detectada a impotência sexual através de um diagnóstico clínico, existirão vários recursos para tratamento. Dentre esses recursos, tem-se: psicoterapia, reposição hormonal após os 45 anos de idade, autoinjeção, prótese, géis e cremes e enrijecimento por sucção.

PUBLICIDADE

Fontes e referências:

  • Ministério da Saúde

  • Encontre um médicoindicado por outras pessoas

    em

  • Indique um médicoe ajude outras pessoas

    Estado
    Qual o nome do seu médico?

Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Encontre médicos de confiança indicados por outras pessoas

buscar médicos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pergunte ao Especialista sobre
disfunção erétil

Sua dúvida respondida por Especialistas Minha Vida perguntar

PUBLICIDADE

Descubra o seu Peso ideal Saiba se seu peso atual e sua meta de
peso
são saudáveis.
ex: 75,5kg / 1,70m
 
Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."