Estenose mitral: sintomas, tratamentos e causas

Visão Geral

O que é Estenose mitral?

Sinônimos: obstrução da válvula mitral

O coração é dividido em quatro áreas, chamadas câmaras. Dois átrios (que recebem sangue do corpo) e dois ventrículos (mais musculosos). Estes últimos devem empurrar o sangue através dos pulmões, no lado direito e através do corpo todo, no lado esquerdo. A forma do coração manter o fluxo sanguíneo na direção correta é através da contração adequadamente temporizada dos átrios e ventrículos e de válvulas que abrem e fecham no momento adequado.

PUBLICIDADE

A válvula que permite a passagem do sangue que chega dos pulmões no átrio esquerdo para o ventrículo esquerdo é a válvula mitral. A estenose dessa válvula acontece quando a válvula diminui seu orifício efetivo (Não permitindo a passagem de quantidade adequada de sangue do átrio para o ventrículo). O orifício da válvula aberta é de cerca de 5 centímetros.

Tipos

A estenose mitral pode ser dividida em leve, moderada e grave.

A estenose mitral grave tem orifício de 1 cm ou menos, a moderada entre 1,1 e 1,5 cm. A leve entre 1,5 e 4 cm.

Geralmente os sintomas começam a aparecer quando a estenose é moderada ou grave.

Causas

As doenças que levam ao mau funcionamento da válvula mitral são a degeneração pela idade, a febre reumática, endocardite infecciosa entre outras mais raras.

Fatores de risco

As causas da estenose mitral em si são fatores de risco. A idade avançada, o descuido quando a pessoa já teve febre reumática, entre outros fatores, podem levar à estenose.

Sintomas

Sintomas de Estenose mitral

Os sintomas mais comuns de estenose mitral são:

Em alguns casos arritmias atriais precipitam o acúmulo de sangue nos pulmões, causando edema agudo de pulmão.

Às vezes a gestação ou estados de fluxo sanguíneo aumentado levam ao aumento do fluxo através da válvula e sintomas que não existiam antes.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Um dos maiores cuidados com estenose mitral é a decisão de qual o melhor momento para realizar o procedimento invasivo. Quando bem indicado, ele diminui muito as complicações da doença e permite um excelente prognóstico.

Diagnóstico de Estenose mitral

O diagnóstico é feito pela combinação de exame físico e exames complementares.

No exame, o médico pode encontrar sopros (sons causados pela passagem do sangue através da válvula com estenosa).

O ecocardiograma pode documentar e quantificar a estenose. Em alguns pacientes é necessária a realização de ecocardiografia transesofágica (Consegue enxergar o átrio mais de perto, com uma sonda por dentro do esôfago).

Exames

Os exames mais indicados para o diagnóstico da estenose mitral são:

  • O eletrocardiograma pode apresentar sinais indiretos da estenose mitral
  • O ecocardiograma pode quantificar a gravidade da lesão
  • Uma ecocardiografia transesofágica pode ser necessária para avaliar melhor a lesão

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Estenose mitral

Existem quatro tipos de tratamento para a estenose mitral:

Medicamentos

Medicamentos não vão resolver a estenose mitral, que é mecânica e progressiva. Mas alguns remédios podem aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida, como diuréticos e remédios para controle das arritmias.

Valvoplastia percutânea

Apesar do nome complicado, é possível dilatar a válvula através de um “cateterismo”. Um balão vai ate o coração através de uma veia na perna e “alarga” a válvula. As complicações são mínimas, mas existe possibilidade de recorrência maior que quando é feita a cirurgia.

Plastia da válvula

O cirurgião faz uma “plástica” da válvula, corrigindo a estenose mas mantendo a válvula nativa do paciente.

Troca de válvula

O cirurgião troca a válvula doente por uma mecânica artificial ou por uma biológica. As próteses tem duração variável, e a pessoa precisa de muita atenção e cuidados especiais para fazer a prótese durar mais.

Convivendo (prognóstico)

Complicações possíveis

O retardo em tratar estenose mitral pode levar ao desenvolvimento de arritmias graves, como fibrilação atrial e ao aumento do átrio esquerdo.

Muito raramente a válvula pode levar a hipertensão pulmonar crônica e isso criar lesões no pulmão e lado direito do coração.

A válvula doente pode abrigar bactérias da corrente sanguínea, permitindo uma infecção muito grave chamada endocardite. Essas bactérias entram na circulação sanguínea mesmo após situações corriqueiras como escovar os dentes, gengivite ou cáries.

Expectativas

A estenose mitral tratada de forma percutânea ou cirúrgica atende as expectativas na maioria dos casos, tem baixa taxa de complicações graves (a maior taxa é de cerca de 5% em casos graves de cirurgia de troca valvar mitral).

Prevenção

Prevenção

A maioria das causas de estenose mitral não é prevenível (degeneração por idade, por exemplo). Um cuidado especial pode ser dado as pessoas com amigdalite, para que a infecção seja tratada em tempo. A maior causa de febre reumática é infecção de garganta não tratada em crianças.

Perguntas sobre estenose mitral

Fontes e referências

  • Cardiologista Bruno Valdigem, membro, da Sociedade Brasileira de Arritmias cardíacas e especialista Minha Vida - CRM 118535/SP