Fezes flutuantes: tratamentos e causas

Visão Geral

O que é Fezes flutuantes?

Normalmente nossas fezes afundam no vaso sanitário. Entretanto, diversos fatores, principalmente a dieta, podem gerar alterações nas fezes. A flutuação das fezes podem ser decorrentes de alterações estruturais, mas geralmente isso não deve gerar maiores preocupações, sendo que o padrão normal das fezes tende a retornar mesmo sem nenhum tratamento específico. Fezes flutuantes não são por si só consideradas uma doença, mas sim um sintoma de alguma doença.

PUBLICIDADE

Causas

As causas mais comuns para este sintoma são excesso de gases e má-absorção intestinal dos alimentos.

Em relação aos gases, os alimentos que mais causam sua formação são aqueles com muito açúcar, lactose, amido ou fibras (como o feijão, couve, repolho, maçã), refrigerantes e doces dietéticos.

A má-absorção decorre da passagem dos nutrientes muito rapidamente pelo intestino, devido a doenças que o acometem. Normalmente resulta em diarreia. Caso a má-absorção seja severa, as fezes também tendem a apresentar um mau odor acentuado, bem como podem apresentar-se gordurosas. Uma causa muito comum para a má-absorção são as infecções intestinais (gastroenterites), causadas por vírus ou bactérias. Pode haver flutuação das fezes em indivíduos intolerantes a lactose ao ingerir leite e derivados, uma vez que pode haver maior produção de gases e diarreia.

Há doenças menos frequentes que podem ser causadoras de fezes flutuantes como:

  • Doença Celíaca, uma doença autoimune que causa danos à mucosa intestinal quando da ingesta do glúten, proteína encontrada no trigo, cevada e centeio. Não há cura e o tratamento se baseia na dieta isenta de glúten
  • Fibrose cística, doença de causa hereditária e onde há excesso de muco no pâncreas, gerando má absorção de nutrientes
  • Síndrome do Intestino Curto, normalmente decorrente de ressecções cirúrgicas, seja por doenças ou trauma
  • Doença de Crohn que acometa grande parte do intestino delgado e a Pancreatite Crônica podem ser causas para fezes flutuantes.

Fatores de risco

Dietas ricas em fibras, açúcares, refrigerantes, leite e produtos dietéticos podem ser fatores de risco e causais para o fenômeno de fezes flutuantes.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Caso o quadro de fezes flutuantes perdure por mais de 2 semanas, principalmente se houver sangue e gordura nas fezes, febre ou perda ponderal há a necessidade de uma consulta médica. Esses sinais sugerem uma doença de má absorção.

PUBLICIDADE

Diagnóstico de Fezes flutuantes

A história clínica é muito importante, onde questionamentos sobre a dieta e outras doenças ou sintomas devem feitos. Exames de sangue e fezes são importantes, onde se pode pesquisar a Doença Celíaca, a Intolerância a Lactose, entre outros. A colonoscopia e a endoscopia digestiva alta podem ser necessárias. O tratamento será feito de acordo com a causa.

Tratamento e Cuidados

Cuidados

Procure observar sua dieta e sua correlação com a presença de fezes flutuantes, tomando nota para que seja apresentado ao médico.

PUBLICIDADE

Fontes e referências

  • João Ricardo Duda, proctologista da Sociedade Brasileira de Coloproctologia e especialista Minha Vida (CRM-PR: 22961)