Heterocromia: tratamentos e causas

Visão Geral

O que é Heterocromia?

Sinônimos: olhos de cores diferentes

A heterocromia é o quadro em que a mesma pessoa tem olhos de cores diferentes. A íris é o tecido que dá cor aos olhos, que em geral são verdes, azuis, castanhos, pretos ou acinzentados, de acordo com a quantidade de melanina presente neles. Estima-se que seis a cada mil pessoas apresentam heterocromia, porém alguns casos não são nem perceptíveis.

PUBLICIDADE

Em geral, uma das íris pode ser mais clara ou mais escura do que a coloração normal do olho.

Causas

A heterocromia pode ser congênita ou adquirida. Em geral a heterocromia congênita é de origem genética, é essa é a principal causa do problema. Mas ela também pode ocorrer devido a alguns problemas congênitos:

  • Síndrome de Waardenburg, uma condição genética que causa perda de audição e mudança na coloração dos cabelos, pele e olhos
  • Síndrome de Horner, que engloba um grupo de danos na enervação do sistema nervoso simpático com um dos olhos, causados no nascimento ou dentro do útero. O lado afetado tem uma pupila menor e a íris mais clara.

Por isso é importante que a criança que nasce com heterocromia seja examinada por um pediatra e um oftalmologista.

Já a heterocromia adquirida é causada por alguma doença ou condição, como:

  • Irite (inflamação da íris) ou uveíte que podem ser causadas por tuberculose e herpes simples, entre outras doenças
  • Traumas bruscos em um dos olhos
  • Sangramento na íris
  • Glaucoma ou algum tipos de colírios usados em seu tratamento
  • Presença de corpo estranho no olho
  • Presença de sangue na câmara anterior
  • Tumores benignos na íris, cistos ou abscessos
  • Melanoma maligno na íris
  • Neurofibrimatose
  • Mudanças na íris causadas pelo diabetes ou por alguma oclusão na veia central.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Caso a heterocromia apareça no nascimento, a criança deve ser examinada por um pediatra e um oftalmologista o mais cedo possível, para verificar se o sintoma não está relacionado a alguma síndrome congênita.

Quando um olho muda de cor repentinamente, é importante buscar avaliação médica imediata, para verificar qual foi a causa.

PUBLICIDADE

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar a causa da heterocromia adquirida são:

  • Clínico geral
  • Oftalmologista.

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Há quanto tempo seu olho mudou de cor?
  • Houve alguma lesão ou trauma?
  • Você tem diabetes ou outra doença crônica?
  • Você tem sentido algum outro sintoma nos olhos ou no geral? Se sim, quais?

Também é importante levar suas dúvidas para a consulta por escrito, começando pela mais importante. Isso garante que você conseguirá respostas para todas as perguntas relevantes antes da consulta acabar.

Fontes e referências

  • Mayo Clinic
  • Manual Merck