Otite externa: sintomas, tratamentos e causas

REVISADO POR
Dr. José Ricardo Gurgel Testa
Otorrinolaringologia - CRM 54308/SP
especialista minha vida

Visão Geral

O que é Otite externa?

Sinônimos: Infecção no ouvido externo; Ouvido de nadador;

Otite externa é uma infecção no canal auditivo externo, que pode acometer desde a porção mais externa da membrana do tímpano até o pavilhão auricular comumente chamado de orelha. A infecção acontece devido a uma invasão de bactérias da superfície para a profundidade da pele.

PUBLICIDADE

O acúmulo de água no canal auditivo é a principal causa de otite externa, uma vez que o ambiente úmido auxilia o crescimento bacteriano. Por isso, a otite externa também pode ser chamada de ouvido de nadador ou do surfista.

Além disso, colocar os dedos, cotonetes ou outros objetos nos ouvidos pode danificar a fina camada de pele que reveste o canal auditivo, causando este tipo de infecção.

Causas

Otite externa é uma infecção normalmente causada por bactérias encontradas na pele da região ou nas mãos da própria pessoa. As infecções causadas por fungos ou vírus não são raras.

Os canais auditivos externos têm defesas naturais que ajudam a mantê-los limpos e evitar a infecção. Características de proteção incluem:

  • Glândulas que secretam uma substância cerosa (cerume). Essas secreções formam uma fina película impermeável sobre a pele dentro de seu ouvido que recolhe a sujeira, células mortas e outros organismos. Por ser uma substância ácida, também protege do crescimento de bactérias
  • Anatomia do canal do ouvido. O canal auditivo tem uma curvatura que favorece o escoamento da água.

Se você tem otite externa, suas defesas não estão sendo eficientes. Condições que podem enfraquecer as defesas do seu ouvido e promover o crescimento bacteriano incluem:

  • Excesso de umidade no ouvido, como transpiração, tempo úmido e acúmulo de água no ouvido
  • Arranhões ou abrasões em seu canal auditivo
  • Sensibilidade a produtos como xampu ou sabonete.

Fatores de risco

Fatores que podem aumentar o risco de otite externa incluem:

  • Natação, principalmente em águas sem tratamento adequado
  • Um canal auditivo mais estreito, que facilita a entrada de bactérias
  • Agredir o canal auditivo com cotonetes, dedos ou outros objetos
  • Uso de certos dispositivos, como fones de ouvido ou tampões
  • Alergia a sabonetes, xampus, brincos e outros.

Sintomas

Sintomas de Otite externa

Otite externa pode ser muito dolorosa, e a dor pode ficar pior ao tocar a orelha. Outros sintomas incluem:

  • Coceira
  • Sensação de ouvido entupido
  • Secreção amarela ou marrom
  • Em casos mais graves, pode haver inchaço e vermelhidão.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Marque uma consulta médica se você observar sintomas de otite externa. Busque atendimento de emergência se houver:

  • Febre
  • Dor severa

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar otite externa são:

  • Clínico geral
  • Otorrinolaringologista
  • Pediatra

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quando os sintomas começaram?
  • Eles pioraram com o passar dos dias?
  • Você faz natação ou nadou recentemente?
  • Onde você nada?
  • Você tem alguma alergia ou doença de pele crônica?
  • Você usa cotonete ou outros objetos para limpar as orelhas?
  • Você usa fones de ouvido ou outros dispositivos auriculares?
  • Você já fez alguma cirurgia ou procedimento nas orelhas?

Também é importante levar suas dúvidas para a consulta por escrito, começando pela mais importante. Isso garante que você conseguirá respostas para todas as perguntas relevantes antes da consulta acabar. Para otite externa, algumas perguntas básicas incluem:

  • O que está causando os meus sintomas?
  • Qual é o melhor tratamento?
  • O que eu posso fazer para acelerar o tratamento?
  • Quais são os efeitos colaterais do tratamento?
  • Quando poderei nadar novamente?
  • Alguma recomendação que preciso tomar a partir de hoje?

Não hesite em fazer outras perguntas, caso elas ocorram no momento da consulta.

Diagnóstico de Otite externa

O médico provavelmente irá diagnosticar a otite externa com base na análise dos seus sintomas. Dependendo da avaliação inicial, a gravidade dos sintomas ou o estágio da otite externa.

Se a infecção não responde ao tratamento, pode ser retirada uma amostra de secreção da orelha para análise em laboratório.

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Otite externa

Medicamentos analgésicos, podem ser usados para aliviar a dor de ouvido. Além disso, o médico ou médica pode receitar um medicamento em gotas para utilizar diretamente no ouvido. Algumas medidas podem tomadas em casa para ajudar a tratar otite externa, como fazer uma bolsa de água quente para encostar na orelha afetada e aliviar a dor.

Em casos graves, o canal auditivo deve ser cuidadosamente limpo por um otorrinolaringologista. Às vezes, se o canal auditivo está muito inchado, pode ser aplicado um antibiótico local. Por vezes é necessária a internação hospitalar para uso de antibióticos mais fortes, principalmente em pacientes com baixa resistência geral (diabéticos, imunossuprimidos etc).

Medicamentos para Otite externa

Os medicamentos mais usados para o tratamento de otite externa são:

Somente um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

Convivendo (prognóstico)

Convivendo/ Prognóstico

Durante o tratamento, tome os seguintes cuidados para manter os ouvidos secos e evitar irritações:

  • Não faça natação ou outra atividade na água
  • Evite voar
  • Não use fones de ouvido ou outros dispositivos
  • Evite contato do ouvido com água durante o banho até que o problema desapareça
  • Use um secador de cabelo para secar cuidadosamente o ouvido depois de chuveiro.

Complicações possíveis

Otite externa geralmente não é um problema sério, se for tratado adequadamente. No entanto, algumas complicações podem ocorrer:

Prevenção

Prevenção

Mantenha os ouvidos secos

Seque as orelhas cuidadosamente após exposição à umidade. Seque apenas o ouvido externo, limpando-o lenta e suavemente com uma toalha macia ou pano. Coloque a cabeça para o lado, para facilitar a limpeza. Você também pode usar um secador de cabelo nos ouvidos.

Cuidados ao nadar

Evite nadar em águas contaminadas ou piscinas que não estão corretamente higienizadas. Após a natação, enxugue os ouvidos com uma toalha.

Evite colocar objetos no ouvido

Não tente limpar a cera do ouvido usando cotonetes, dedos, clips ou grampo de cabelo. Esse hábito pode danificar o material mais profundo do canal auditivo, irritar e romper a pele dentro do ouvido, aumentando o risco de infecções.

Proteja seus ouvidos de substâncias irritantes

Coloque bolas de algodão nos ouvidos durante a aplicação de produtos como sprays de cabelo e tinturas de cabelo.

Tenha cuidado após uma infecção ou procedimento

Se você sofreu recentemente com uma infecção no ouvido ou fez um procedimento da orelha, fale com o médico ou médica antes de ir nadar.

Fontes e referências

  • Revisado por: Prof. Dr José Ricardo Gurgel Testa, otorrinolaringologista do Hospital Paulista - CRM SP 54308
  • Clínica Mayo