Peste negra: sintomas, tratamentos e causas

Visão Geral

O que é Peste negra?

Sinônimos: peste bubônica, peste pneumônica, peste septicêmica

A peste é uma infecção bacteriana grave transmitida pela bactéria Yersinia pestis, presente em todos os continentes do mundo menos na Oceania. Humanos adquirem a doença quando são mordidos por uma pulga infectada ou entram em contato com material infectado, por exemplo muco.

PUBLICIDADE

Existem três formas de infecção pela peste negra, dependendo da rota que a bactéria faz: bubônica, septicêmica e pneumônica.

A peste bubônica afeta as glândulas linfáticas, causando inchaço e inflamação nessas áreas. A peste septicêmica ocorre quando a infecção se espalha para o sistema circulatório, ou seja, para o sangue. No geral ela ocorre como uma complicação da peste bubônica, uma vez que a bactéria pode sair do sistema linfático e atingir o sangue.

Se a bactéria atinge os pulmões, no geral pelo sangue, o paciente desenvolve peste pneumônica, que é transmitida de pessoa para pessoa por meio de objetos infectados com muco ou pelo ar. Os sintomas iniciais de peste bubônica aparecem 7-10 dias após a infecção.

O diagnóstico precoce permite que a peste negra seja curada com antibióticos. Se não for tratada rapidamente, a peste negra pode ser fatal. Durante a época medieval, estima-se que a peste negra matou 50 milhões de pessoas. Hoje a praga ocorre em menos de 5.000 pessoas por ano em todo o mundo.

Epidemias de peste negra já ocorreram na África, Ásia e América do Sul. Mas, desde a década de 1990 a maioria dos novos casos ocorreu no continente africano. Em 2013 foram registrados 783 casos em todo mundo, incluindo 126 mortes. Os três países mais endêmicos são Madagascar, República Democrática do Congo e Peru.

Causas

Peste negra é uma doença causada pela bacteria Yersinia pestis, que afeta primariamente roedores. Ela é transmitida de um roedor a outro por meio de pulgas, que ao morderem o roedor passam a carregar a bactéria. Humanos adquirem a doença quando são mordidos por uma pulga infectada.

Sintomas

Sintomas de Peste negra

Pessoas infectadas com peste negra geralmente desenvolvem sintomas parecidos com os da gripe após um período de incubação de 3-7 dias. Sinais típicos incluem:

Peste bubônica

Peste bubônica, que afeta o sistema linfático, causará um inchaço nos nódulos linfáticos, que ficam inflamados e dolorosos – um sintoma conhecido como "bubo". Os bubões podem adquirir uma coloração azul-esverdeada devido à degeneração das células sanguíneas. Em estágios avançados da infecção, os gânglios linfáticos inflamados podem se transformar em feridas abertas que transmitem a bactéria por contato.

Peste septicémica

A peste septicémica caracteriza-se pelas hemorragias em vários órgãos. Isso forma manchas muito escuras, por isso que a doença leva o nome de peste negra. Uma vez no sangue, a bactéria pode atingir qualquer órgão, sendo comum a infecção do pulmão.

Peste pneumônica

Pacientes com peste pneumônica apresentam tosse com sangue e pus - secreções altamente infecciosas.

Diagnóstico e Exames

Diagnóstico de Peste negra

O diagnóstico de peste negra se dá por exames laboratoriais. A melhor forma de confirmar a doença é identificar Y. Pestis em uma amostra de fluido retirado do bubo, sangue ou escarro.

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Peste negra

Antibióticos e tratamento medicamentoso para alívio dos sintomas são efetivos contra peste negra em pacientes diagnosticados a tempo. Durante o tratamento, o paciente precisa ser isolado.

Além disso, é necessário localizar e parar a fonte de infecção na área onde o caso humano foi exposto, além de instituir saneamento e controle de medidas apropriadas para impedir a fonte de exposição.

Se não for tratada, a peste negra pode ser fatal. Por isso é essencial o diagnóstico e tratamento precoce da doença.

Prevenção

Prevenção

A principal medida para prevenção da peste negra é identificar os locais onde a doença está ativa e notificar os órgãos públicos responsáveis, como a prefeitura. Você também deve evitar o contato direto com pessoas infectadas, principalmente se houverem feridas expostas de peste bubônica ou se ela está infectada com a peste pneumônica.

Tome as seguintes precauções se você vive ou passará por regiões onde ocorrem surtos de peste negra:

  • Elimine potenciais focos de ratos e pulgas, tais como pilhas de entulho, lenha e lixo. Não deixe alimentos para animais de estimação em áreas que os roedores podem facilmente acessar
  • Mantenha seus animais de estimação livre de pulgas. Pergunte ao seu veterinário quais produtos irão funcionar melhor
  • Use repelente de insetos.

Fontes e referências

  • Organização Mundial da Saúde