Tremor essencial: sintomas, tratamentos e causas

Visão Geral

O que é Tremor essencial?

Sinônimos: tremor familiar

Tremor essencial é um movimento involuntário comum, bem mais frequente, por exemplo, que a doença de Parkinson. É uma condição normalmente benigna, com progressão lenta e geralmente familiar. Os indivíduos com tremor essencial têm uma oscilação rítmica das mãos que predomina durante a ação, ou seja, quando manipulam xícaras, talheres, canetas, etc.

PUBLICIDADE

Causas

Acredita-se que o tremor essencial seja de origem genética, uma vez que familiares de um portador desta doença têm mais chance de ser acometidos. Entretanto, ainda não se descobriram com exatidão quais seriam estes genes envolvidos.

Fatores de risco

Ter alguém na família com tremor essencial é um fator de risco importante. Quando isso acontece é chamado de tremor familiar. Mas acredita-se também que algumas pessoas com o tremor essencial também estejam em maior risco para desenvolver doença de Parkinson, embora esta relação ainda seja controversa.

Sintomas

Sintomas de Tremor essencial

Os sintomas mais comuns do tremor essencial são:

  • Tremor de ação que ocorre, normalmente, em ambas as mãos, de maneira igual, enquanto elas estão levantadas, no ar, e quando estão sendo utilizadas para, por exemplo, beber um café ou usar o talher
  • Este tremor melhora quando as mãos estão em repouso
  • Por outro lado, lentidão dos movimentos, rigidez articular e quedas não são sintomas associados ao tremor essencial e devem levantar suspeita para outras doenças, com o mal de Parkinson.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Em indivíduos com tremor essencial a principal razão para buscar auxílio médico seria quando os sintomas estão interferindo nas atividades do dia a dia. Por exemplo, atrapalhando na profissão, nas tarefas domésticas, gerando embaraços sociais (constrangimentos). Quando o tremor ocorre somente em uma das mãos, na cabeça, quando ele está associado a rigidez, lentidão ou desequilíbrio, ou se iniciou após os 65 anos de idade também é necessário buscar auxílio médico.

Diagnóstico de Tremor essencial

O diagnóstico do tremor essencial é eminentemente clínico, ou seja, depende de uma história e exame físico adequados. Exames podem ser solicitados dependendo de cada caso, por exemplo, quando se pensam em causas secundárias de tremor (doenças da tireoide) ou quando existe dúvida entre tremor essencial e doença de Parkinson (cintilografia cerebral com radiotraçadores para o transportador de dopamina e ressonância magnética de crânio).

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Tremor essencial

O tratamento mais utilizado para tremor essencial inclui as seguintes medicações: propranolol, primidona e clonazepan. Pode-se utilizar ainda gabapentina e topiramato.

Atualmente, existe a cirurgia de estimulação cerebral profunda, semelhante ao que se faz em doença de Parkinson, na qual, para pacientes com tremor essencial refratário, coloca-se um eletrodo em uma região profunda do cérebro (no tálamo) e se transmite corrente elétrica (indolor e imperceptível) a partir de um gerador (“marca-passo”) colocado sob a pele (abaixo da clavícula).

A toxina botulínica pode ser injetada no pescoço de pacientes com tremor de cabeça (tremor cefálico).

Convivendo (prognóstico)

Convivendo/ Prognóstico

O tremor essencial, embora, benigno, pode gerar diversos transtornos, especialmente quando o indivíduo está em público. Se a incapacidade de usar as mãos para segurar objetos for grande, recomenda-se canudinhos para ingerir líquidos, assim como não encher copos até o topo. As medicações melhoram bastante este movimento involuntário, mas em situações de estresse, existe uma grande chance de o tremor piorar. Assim, controle do estado psíquico é fundamental.

Complicações possíveis

Além de interferir significativamente nas atividades do dia a dia da pessoa, gerando constrangimentos, o tremor essencial pode ser um fator de risco para doença de Parkinson. Logo, precisa ser acompanhado pelo médico, que monitorizará os sintomas da doença ao longo do tempo.

Expectativas

Embora ainda sem cura, o tremor essencial pode ter melhora de 100% quando tratado corretamente. Evidentemente, existem formas mais difíceis que melhoram pouco e outras bastante refratárias, ou seja, que não respondem a pelo menos dois tratamentos padrão. Via de regra, entretanto, a melhora está em torno de uma faixa que vai de 60 a 80%.

Prevenção

Prevenção

Ainda não é possível prevenir o tremor essencial, mas certamente seu diagnóstico precoce melhora em muito a qualidade de vida do portador.

Fontes e referências

  • André Felício, neurologista, doutor em ciências pela UNIFESP/SP, médico do Hospital Israelita Albert Einstein. CRM-SP 109.665